Reduzir

Toda a poluição que chega aos Oceanos resulta de alguma atividade humana e está intimamente ligada ao estilo de consumo humano que se verifica no planeta. Repensa os teus hábitos de forma a reduzir a compra de todos os materiais nocivos ou desnecessário.
O plástico é por exemplo um dos materiais de uso mais generalizado e presente em quase todas as nossas compras. Há muito que podes fazer neste campo, como por exemplo:
  • Evita comprar sacos de plástico, leva sempre o teu saco de compras reutilizáveis (de papel, tecido ou plástico resistente).
  • Não compres alimentos ou produtos excessivamente embalados. Prefere comprar alimentos vendidos a granel (a peso) e vez de já embalados.
  • As garrafas de água são um dos principais lixos do Oceano! Evita comprar água engarrafada – usa garrafas de vidro ou plástico reutilizáveis ou cantis de metal e enche-a com água da torneira ou de uma fonte boa.
  • Evita o uso de copos e talhares de plástico descartáveis.
  • Não compres pastas dos dentes branqueadoras, cremes esfoliantes ou de limpeza pessoal com microplásticos (polietileno), em vez disso procura produtos de origem natural.
  • Prefere produtos de limpeza doméstica com possibilidade de uso de recargas.
  • Não largues balões para a atmosfera – lembra-te que tudo o que sobe, também desce… 

Reutilizar

Já pensaste que muitos dos materiais que vão parar ao lixo e aos oceanos poderiam ser reaproveitados de forma criativa para outras finalidades, por exemplo para produzir objetos utilitários ou decorativos para usar em casa, no trabalho ou no jardim? Muitas destas atividades podem transformar-se em momentos divertidos entre pais e filhos ou entre professores e alunos. Vê abaixo alguns exemplos:
  • Muitos objectos de plástico que são deitados diariamente ao lixo, como garrafas e tampas PET, embalagens, copos e talhares de plásticos podem ser reutilizados para uma infinidade de aplicações úteis ou decorativas. Vê alguns exemplos nos sites a seguir:
http://www.tudointeressante.com.br/2015/05/30-maneiras-super-criativas-de-reutilizar-garrafas-de-plastico.html
http://hypescience.com/reciclagem-garrafas-pet/
https://www.facebook.com/recriar.utilizar
 
  • Os restos de alimentos podem ser facilmente transformados em adubo para as plantas do jardim sendo enterrados diretamente na terra ou colocados num compostor.
  • Tens objetos de vidro, madeira ou outros materiais que já não utilizas em casa ou no gabinete? Usa a tua criatividade para transformá-los em novos objetos e dar um toque de personalidade e estilo na decoração dos espaços, evitando assim a compra de novos.

Reciclar

Sabias que em Portugal são recolhidas 62 mil toneladas de embalagens de plástico para reciclagem por ano, mas que estes números representam apenas 10 a 15% do total de embalagens de plástico produzidas? A maior parte dos objetos de plástico deitados no lixo poderiam ser reciclados, reduzindo assim substancialmente o consumo de energia ou a emissão de poluentes.
Sempre que precisares deitar fora plásticos e embalagens, vidros, metal, papel ou pilhas certifica-te que os depositas nos Eco-Pontos apropriados para serem devidamente reciclados. Separa e recicla tudo o que for possível.
Nem todos os materiais podem ser reciclados. Antes de comprar um item, procura o símbolo da reciclagem ou informações sobre a composição do produto. Dá sempre preferência à compra de itens recicláveis e/ou biodegradáveis.

Responsabilidade

Sempre que fazes alguma compra estás a comunicar às empresas quais os produtos e formas de produção que consideras mais apropriadas, pelo que deves fazê-lo sempre de forma informada e responsável. Além disso, podes mudar muitos dos teus comportamentos do dia-a-dia para ajudar a evitar a contaminação do planeta e do nosso Oceano.

Algumas dicas importantes:
 
  • Quando comprares detergentes ou produtos de limpeza, prefere os ecológicos ou com baixas concentrações de fosfatos. Ainda melhor seria produzires ou comprares produtos de limpeza caseiros, que são melhores para a tua saúde e para o ambiente.
  • Nunca atires lixo para o chão. Muitos destes lixos, como as pontas de cigarro, embrulhos de rebuçados e outras embalagens entram facilmente nas sarjetas, sendo transportados pelos esgotos até aos rios e ao Oceano.
  • Nunca deites qualquer material plástico (como cotonetes, pensos higiénicos ou preservativos) na sanita.
  • Evita utilizar pesticidas ou fertilizantes de origem química na horta ou jardim. As chuvas transportam estes químicos altamente tóxicos para os rios e o oceano.
  • Compra preferencialmente produtos alimentares de origem biológica, pois a sua produção evita a emissão de pesticidas e agro-químicos para o ambiente.
  • Opta por ir para a escola ou trabalho de bicicleta, a pé, transportes públicos de forma a reduzir a emissão de CO2 para atmosfera.
  • Numa única lavagem de roupa, milhares de fibras de nylon ou polietileno podem ser lançadas para os esgotos e acabar no oceano. Fica atento à composição da roupa que compras e dá preferência a materiais 100% naturais.
  • Nas festas de aniversário ou pic-nics opta por usar louça e talheres duráveis em vez de utensílios descartáveis.
  • Sempre que fores à praia leva um saco plástico para colocares o teu lixo e aproveita para apanhar mais alguns plásticos que encontres. Não te esqueças no fim de depositar o lixo nos contentores apropriados.
  • Os protetores solares possuem diversas substâncias prejudiciais para os seres marinhos. Utiliza roupas apropriadas para te protegeres do sol ou compra protetores solares biológicos.
  • Apoia e participa em campanhas de limpeza de praias. Muitas entidades realizam estas atividades todos os anos e podes ser um voluntário ajudando a recolher o lixo da tua praia. Podes também organizar uma ação de limpeza com a tua turma, grupo de escuteiros ou colegas de trabalho (vê o protocolo aqui ).
  • Descobriste que um dos teus produtos de higiene pessoal possui microplásticos e agora não sabes o que fazer com ele? Envia-o pf para a nossa morada  e iremos utilizá-lo em atividades educacionais.
  • Partilha as tuas preocupações sobre o lixo marinho, ajuda a divulgar estas dicas e a campanha Ocean Action junto dos teus amigos, familiares e nas tuas redes sociais. Só com o envolvimento de toda a sociedade numa mudança de atitudes podemos proteger o Oceano!
  • Procura ser um cidadão informado e um consumidor consciente. Independente da tua idade ou profissão, sempre que possível manifesta-te junto do governo, empresas ou entidade competentes a favor de melhores políticas para o oceano e a tua discordância sempre que vires um atentado ambiental.