Exposição Itinerante

  • Descrição

    A exposição itinerante “Mar de Plástico”, organizada pela Campanha Ocean Action, pretende incentivar a reflexão crítica sobre o problema do lixo marinho e a necessidade da adoção de comportamentos ambientalmente responsáveis pela população.

    Para tal, a exposição utiliza diferentes ferramentas de comunicação com forte impacto visual e sensorial para atrair a atenção dos visitantes, alternando painéis com informação em formato essencialmente gráfico (infografia e ilustração), com objetos artísticos e elementos multimédia.

    A entrada na exposição é efetuada através de um corredor de objectos de plástico por onde os visitantes têm que passar de forma a sentirem o efeito opressivo da acumulação do plástico no meio marinho. Mais à frente encontra-se um supermercado de plástico constituído por uma infinidade de objectos de uso diário, recolhidos nas ações de limpeza de praias realizadas nesta Campanha. Estes objetos estão organizados e etiquetados como de um verdadeiro supermercado se tratasse, onde se pode visualizar a sua data de validade o tempo de vida esperado de cada objecto no mar, que em alguns casos passa os 500 anos.

    Há ainda zonas para visionamento de vídeos, jogos lúdico-pedagógicos e um espaço para exposição de trabalhos premiados do concurso “Poluição do Oceano” organizado pela Campanha Ocean Action para escolas a nível nacional, com as modalidades reciclarte, cartaz de sensibilização, fotorreportagem e infografia. Em cada local de exibição é possível a marcação de visitas escolares, sendo também dinamizadas atividades lúdico-pedagógicas e de ciência experimental, bem como palestras com investigadores do CIIMAR sobre este tema.

    A exposição, de entrada gratuita, foi já exibida nas 6 Escolas envolvidas na Campanha, no CMIA (Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental) de Vila do Conde, na Quinta Pedagógica de Braga e no CMIA de Matosinhos.  Atualmente encontra-se em exibição no CEA da Quinta do Passal, em Gondomar até 9 de Julho de 2017.
     
    Após Julho de 2016, a exposição tem já agendada a sua exibição no CEA de Esposende mas ficará disponível para requisição por entidades interessadas a partir de 15 de Setembro (enviar email para jose.teixeira@ciimar.up.pt).
  • Locais

    • Escola Secundária Santa Maria da Feira.  02 a 06 de maio 2016
    • Escola Secundária de Ermesinde. 09 a 13 de maio 2016
    • Escola Secundária Rocha Peixoto. Póvoa do Varzim. 16 a 20 de maio 2016
    • Escola Básica Secundária Coelho e Castro. Fiães. 23 a 27 de maio
    • Escola Secundária da Boa Nova. Leça da Palmeira. 30 a 03 de junho
    • Agrupamento de Escolas D. Pedro IV. Mindelo. 06 e 07 de junho
    • CMIA de Vila do Conde. 08 junho a 25 Novembro 2016
    • Quinta Pedagógica de Braga. 25 Novembro a 30 Dezembro 2016
    • CMIA de Matosinhos. 6 janeiro a 29 abril 2017
    • Quinta do Passal – Gondomar. 1 maio a 9 julho 2017
  • Exposição Itinerante

    undefined
  • Ficha Técnica

    Organização e Produção: CIIMAR – Campanha Ocean Action
    Conceção geral e conteúdos: José Teixeira (Coordenador), Ágatha Gil e Patrícia Neto
    Design: Edge River
    Instalações artísticas: ESAP – Coordenação Prof.ª Arq.ta Susana Milão (Mestrado Integrado de Arquitectura)
    • Supermercado de Plástico: Francisco Soares e Tiago Castro, com a colaboração de Rita Castro e Ângela Soares
    • Tartaruga na rede: Marta Regadas, com a colaboração de Letícia Rodrigues e Francisco Godinho
    • Peixe contaminado no Prato: Francisca Reis, com a colaboração de Marta Regadas
    • Medusas: Rita Castro e Ângela Soares
    Agradecimentos: Américo Castanheiro e Luisa Garcia (Tudo Faço), Hugo Santos e Ana Ferreira (CIIMAR), Hugo Santos (Edge River), Teresa Franco Gonçalves, Miguel Gonçalves e João Coelho (ESAP), CMIA de Vila do Conde, CMIA de Matosinhos, Quinta Pedagógica de Braga, LIPOR, Iberoprensa, Capitania do Porto de Leixões, Joana Lencastre (Cais do Rio)

Esculturas

  • Descrição

    A exposição “Monstros Marinhos”, organizada pela Campanha Ocean Action, é composta por 3 esculturas de grandes dimensões construídas com plásticos descartados, por alunos de Artes Plásticas da ESAP (Escola Superior Artística do Porto).
    As esculturas retratam diferentes consequências dos detritos plásticos sobre a vida marinha e a saúde humana, como os microplásticos e a ingestão de plásticos pelos animais marinhos e o seu aprisionamento em redes de pesca fantas. As esculturas têm sido expostas em diversos espaços públicos e nobres da cidade do Porto, Matosinhos e Gondomar, como o Espelho de Água dos Aliados, Largo de S. Domingos, Estação de Comboios de S. Bento, Pavilhão da Água, Estações de Metro da Casa da Música e Aliados, Biblioteca Florbela Espanca (Matosinhos) e CEA da Quinta do Passal (Gondomar). Esta exposição recorre assim a uma linguagem marcadamente artística para captar a atenção da população e dessa forma informar e incentivar a reflexão crítica sobre o problema do lixo marinho e a necessidade da adoção de comportamentos ambientalmente responsáveis.
  • Esculturas

    undefined
  • Ficha Técnica

    Coordenação:
    CIIMAR
    José Teixeira, Ágatha Gil e Patrícia Neto;
    ESAP
    Prof. Raul Rabaça (Licenciatura de Artes Plásticas e Intermédia)

    Autores:
    Bruno Pissarro, Catarina Oliveira, Maria Caldas, Rita Pinto, Sara Pontes
    Estruturas:
    Tudo Faço

    Agradecimentos:
    CMP, Porto Lazer, LIIPOR, Metro do Porto, Infraestruturas de Portugal, Pavilhão da Água, Camara Municipal de Matosinhos, Hotel AS1829, Américo Castanheiro e Luisa Garcia (Tudo Faço), Marta Silva e Pedro Pombeiro (CMP), Catarina Ferreira (Metro), Joana Laranjeira, Eduarda Filipa, Alexa Wi e todas as pessoas que de alguma forma ajudaram na construção das esculturas.